FANDANGO PÉS DE OURO
Dia 20 baile10Daniel Castellano.jpg

Atualmente o grupo Pés de Ouro realiza os Bailes de Fandango duas vezes por mês, onde são apresentados os batidos, bailados e marcas do fandango, tendo a participação de toda a comunidade tanto do município como de cidades próximas. Os bailes são públicos e gratuitos.

 

Versos são recitados, histórias antigas e casos são contados nos bailes.  Também são comercializadas comidas típicas tais como: biju de mandipuva com café, broinha de goma de mandioca, doce de mamão e também são feitas pelo mestre Gerônimo as bebidas: cachaça de banana e cachaça com mel mais conhecidas como mãe com a filha.

 

 O objetivo principal do Grupo de Fandango Pés de Ouro é que o FANDANGO nunca morra e que as novas gerações possam ter o privilégio  de aprender, valorizar, respeitar e ter prazer com essa maravilhosa cultura. O GRUPO DE FANDANGO PÉS DE OURO luta para que isso aconteça. Ele foi criado informalmente há doze anos por pessoas que buscavam resgatar a cultura desta manifestação no município de Paranaguá-PR. Hoje é integrado por 40 pessoas, todas com raízes fandangueiras. 

No passado, os bailes eram feitos sempre após a colheita, onde cada morador participava ajudando o outro nas tarefas num mutirão. No término dos trabalhos eles se reuniam para festejar e agradecer as boas colheitas com o Baile de Fandango. Os fandangueiros traziam seus instrumentos (violas, rabecas) e também os tamancos de madeira feitos por eles mesmos, usados para dançar o batido, marca do fandango.

 

O grupo participa de diversas manifestações culturais durante o ano em festas religiosas tradicionais como festa em honra à Nossa Senhora do Rocio padroeira do estado do Paraná e também na Festa de Nossa Senhora dos Navegantes na Ilha dos Valadares. 


O foco é o resgate dos Bailes de Fandango, tradicionais e antigos. Os mestres Nemésio e Gerônimo e também os demais integrantes sentiram a necessidade de continuar e passar o que aprenderam com seus avós e pais.

 

A partir de sua oficialização, o grupo com o apoio de pessoas da comunidade conseguiu uma sede (que é provisória) para que pudesse realizar as oficinas de música, artesanato, ensaios e reuniões da diretoria e principalmente os tradicionais Bailes de Fandango como aconteciam nas Ilhas, sítios e localidades onde as pessoas viviam da roça e pesca. No Encontro de Tradições foram bem aceitos!

Dia 20 baile12Daniel Castellano.jpg