BONECOS CATAVENTO

Expositores Cataventos009Daniel Castellano.jpg

Francisco Rosa dos Santos, herdeiro de Laurentino e os famosos bonecos catavento estiveram no Encontro de Tradições. 

 

Laurentino Rosa dos Santos nasceu em 1937, na vila de Lancinha, em Rio Branco do Sul, Paraná. Filho de gente da roça começou a trabalhar com madeira aos oito anos de idade, após a morte do pai, que fabricava cestos e também violinos.

 

Laurentino trabalhou ainda como jardineiro, mas é conhecido em todo o País e no exterior por causa de seus “sinaleiros do vento”, um boneco de madeira, cujos braços se movem à maneira de uma rosa-dos-ventos. 

 

Durante muito tempo trabalhou como pipoqueiro e seus sinaleiros faziam parte de seu carrinho. Os “sinaleiros do vento” ou “homens-catavento” criados por Laurentino encantaram o público por nada menos do que seis décadas.

 

Precisava de um dia para confeccionar cada uma e não raro se via assoberbado pelos pedidos. Fãs do homenzinho de madeira espalharam a peça pelo país e há quem a considere um dos símbolos do Paraná. Um exemplar gigante durante duas décadas pontificou no Alto da XV em Curitiba, até se desintegrar. 

 

O sucesso no mundo da arte popular, contudo, não o colocou em berço esplêndido. Ficou conhecido no meio cultural como "Pipoqueiro". No início dos anos 2000 passou a dividir o tempo entre as goivas e um novo trabalho, a jardinagem - seu ganha-pão.

 

Saía de bicicleta de manhã e só voltava à noite. Aos poucos, passou o segredo do cata-vento para seus dez filhos e netos - os filhos Francisco e Denise se destacaram na produção.

 

Francisco já esteve no Canadá e na França mostrando o legado do pai. Toda produção é realizada no terreno onde vivem no bairro Santa Cândida em Curitiba.Denise conta que o pai não ficou amargo por causa da dificuldade de viver de arte. Laurentino faleceu na manhã do dia 15 de junho de 2009 em Curitiba.

 

Eu inventei essa brincadeira com mais ou menos 7 anos. Eu queria fazer um aviãozinho, por isso fiz as asas e acabei colocando no boneco, contou certa vez o artista.

 

laurentino4.jpg

Fonte: Blog Arte Popular